NOSSO BLOG

Fique por dentro das novidades

Brasil X Argentina, qual lado visitar das Cataratas?



O Pop Hotel sabe que, a maioria dos turistas que chegam a Foz do Iguaçu estão à procura das famosas quedas d’ água, as Cataratas do Iguaçu. O fenômeno natural mais famoso da Tríplice Fronteira recebe anualmente mais de 1 milhão de turistas interessados em conhecer e apreciar essa maravilha! Porém a dúvida que surge em muitos turistas atualmente têm sido qual lado das Cataratas é melhor visitar... brasileiro ou argentino?

Se você está planejando uma viagem para Foz do Iguaçu com certeza já deve saber que as nossas maravilhas naturais estão localizadas entre Brasil e Argentina e já deve ter se questionado sobre isso. Afinal as Cataratas podem ser acessadas por ambos os países, mas, será que vale mesmo a pena atravessar a fronteira para conhecer as Cataratas pelo lado argentino? Nós do Pop Hotel vamos te ajudar a responder essa pergunta agora!

As Cataratas

Você já deve estar cansado de saber sobre as Cataratas, mas nunca é demais ouvir mais um pouquinho de uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo, não é mesmo? As Cataratas do Iguaçu contam com cerca de 275 quedas d’ água formadas pelo Rio Iguaçu. Consistidas em 19 saltos principais, sendo dois terços destes saltos localizados em território argentino e apontados para o Brasil, o que proporciona aos visitantes do lado brasileiro uma magnifica vista panorâmica do fenômeno natural. Por sua vez, o território argentino que abriga a maioria dos saltos permite uma visão mais interiorizada e intima das maravilhas naturais.

As Cataratas, abrigadas no interior das áreas de proteção conhecidas como Parque Nacional Iguaçu (BR) e Parque Nacional Iguazú (AR) construídos respectivamente em 1939 e 1934, estão compreendidas em meio a cerca de 250 mil hectares de floresta subtropical abrangidas por ambos os parques nacionais. Pela riqueza de recursos naturais que apresenta e seu principal objetivo de conservação destes bens naturais, ambos os parques nacionais foram considerados como Patrimônio Natural da Humanidade, recebendo o título em 1984 o parque brasileiro e em 1986 o parque argentino.

Embora ambos os parques preparados e equipados para receber turistas de todas as nacionalidades, existe uma grande diferença entre eles. Enquanto o parque brasileiro apresenta aos turistas uma visitação mais confortável em relação a sua estrutura, contando com ônibus internos que transportam os visitantes até o início da trilha onde é possível avistar as Cataratas, o parque argentino, oferece uma estrutura diferenciada com uma proposta aventureira onde, os visitantes percorrem as Cataratas a pé e através do trem ecológico chamado de ‘Tren de la Selva’.

Brasil X Argentina, qual lado visitar das Cataratas?

(Foto: Tarobá Hotel / Combo Iguassu)

Saiba mais: Cataratas do Iguaçu, uma das 7 Maravilhas da Natureza

O Lado Brasileiro

Os visitantes do lado brasileiro das Cataratas têm como principal acesso uma visão panorâmica do fenômeno natural! Isso porque, a maioria dos saltos estão localizados do lado argentino mesmo com o Brasil abrigando mais de 95% da bacia hidrográfica do Rio Iguaçu, formador das quedas.

Iniciado por um trajeto de cerca de mais de 10km percorrido pelos ônibus internos do parque nacional, os visitantes são expostos a rica fauna e flora do local até chegarem no início da trilha onde já podem observar as maravilhas naturais. Na trilha a ser percorrida a pé – cerca de 1,5 km, os visitantes caminham observando a magnifica vista panorâmica das Cataratas e ao final ainda tem a possibilidade de chegar próximo ao ponto chamado de Garganta do Diabo onde, podem ter a experiência única de tomar um banho das Cataratas por conta do ‘spray’ de água formado.

O passeio pelas Cataratas brasileiras leva em média cerca de 2h a 3h para ser realizado em dias normais. No interior do parque os visitantes ainda contam com atrações opcionais não inclusas no valor do ingresso que complementam ainda mais o passeio, como o Macuco Safari e a Trilha das Bananeiras!

O Lado Argentino

Abrigando dois terços do fenômeno natural, o lado argentino reserva muita caminhada para seus visitantes! Isso porque, o parque por abrigar a maior parte do fenômeno natural é bastante extenso e proporciona que os visitantes observem a Cataratas de ângulos e perspectivas diferentes! A visita mais interiorizada, possibilita aos visitantes ter um contato mais íntimo e completo com a natureza ao redor do fenômeno. Diferentemente do parque brasileiro, o parque argentino por ser mais grande tem uma área muito maior a ser percorrida. Todo esse percurso é realizado a pé excluindo-se a parte de acesso a Garganta do Diabo que é mais alta e tem um pedaço realizado através do ‘Tren de La Selva’.

Iniciado pelo ‘Sendero Verde’ – uma pequena trilha de 500 metros onde os visitantes podem ter contato direto com a fauna e flora local, os visitantes têm acesso ao início das trilhas principais o Passeio Inferior e Superior, além da estação para a Garganta do Diabo.

O passeio inferior conta com uma extensão de 1,4km e proporciona aos visitantes uma visão por debaixo das Cataratas! Durante o trajeto é até possível ficar embaixo de uma das quedas. Já o passeio superior apresenta uma visão mais alta do fenômeno em seus 1,7 km de extensão. A última trilha acessada através do trem ecológico, leva a queda chamada de Garganta do Diabo, onde é possível tomar conta da imensa quantidade de água que escoam pelas quedas! Ponto alto do passeio, a Garganta do Diabo só pode ser acessada através do trem oferecido pelo parque. Na Garganta do diabo é possível ainda avistar o lado brasileiro e ficar maravilhado com a imensidão do fenômeno.

Assim como o parque brasileiro, o parque argentino também oferece atrações à parte do valor do ingresso, que complementam a experiência do passeio.

Brasil X Argentina, qual lado visitar das Cataratas?

(Foto: Avant)

Brasil X Argentina

Mas afinal, qual é o melhor lado para visitar as Cataratas? O lado brasileiro que proporciona a bela vista panorâmica do fenômeno com a experiência única de tomar um banho das quedas chegando pertinho da Garganta do Diabo, ou o lado argentino que garante uma visitação mais intima e aventureira, em meio a selva, percorrendo trilhas que proporcionam avistar as Cataratas dos mais variados ângulos e descobrindo preciosidades como cachoeiras escondidas em meio a mata?

Nós do Pop Hotel recomendamos fortemente que você opte pelos dois passeios! Isso porque, cada um proporciona experiências e perspectivas muito diferentes das Cataratas do Iguaçu. Por mais que a trilha brasileira seja mais rápida, a visão panorâmica é realmente única e o banho de ‘spray’ d’água é maravilhoso! Já a trilha argentina ganha atenção com seus diversos ângulos pois é uma oportunidade de observar as Cataratas como você jamais imaginou.

Saiba mais: Fugindo do tradicionalismo na Terra das Cataratas!

Dicas para visitar as Cataratas no lado Argentino!

  • Visitar as Cataratas pelo lado argentino requer a saída do país, por isso é importante estar atento a documentação exigida na hora de atravessar a fronteira!
  • O ingressos para o Parque Nacional Argentino devem ser adquiridos na bilheteria do local ou online! Caso decida fazer a compra no local lembre-se, as bilheterias só aceitam dinheiro em espécie e em moeda local, ou seja, pesos. Cartões de crédito e debito só são aceitos no interior do parque.
  • Como o parque é bastante extenso o ideal é o que os visitantes tirem pelo menos um dia inteiro para visitação. Caso isso não seja possível o Parque Nacional oferece o desconto de 50% no valor da entrada para visitantes que desejem voltar no dia seguinte. Basta apresentar o ingresso do dia anterior.
  • A garganta do diabo só pode ser acessada através do trem ecológico disponibilizado pelo parque! O trem tem horários marcados de saída, sendo o último as 16:30hrs (local). Por isso, o ideal é estar atento a hora para não correr o risco de não conseguir pegá-lo.
  • Por mais que o parque nacional seja aberto, no lado argentino, não é permitido fumar durante as trilhas. Ao final delas existem estações com lanchonetes, banheiros e locais apropriados para fumantes.
  • Se hidrate bastante! Use protetor solar e repelentes, além de roupas leves e sapatos confortáveis. Isso vale tanto para visitação do ladro brasileiro quanto argentino!
  • Respeite as normas de segurança dos parques! E lembre-se o Parque Nacional é uma área de conservação ambiental por isso, respeite o meio ambiente!

Saiba mais: Brasil, Paraguai e Argentina: Saiba a documentação exigida para visitar a Tríplice Fronteira sem imprevistos!

Curiosidade que vão te dar mais gás para conhecer o atrativo:

  • Formadas pelo Rio Iguaçu as Cataratas do Iguaçu, escoam cerca de um trilhão de litros de água por segundo! Tendo o maior sistema de quedas d’água do mundo depois das Cataratas do Niágara.
  • Juntos, o Parque Nacional brasileiro e argentino possui uma área total de cerca de 250 mil hectares de floresta subtropical. Sendo a maior reserva de Floresta Pluvial do Mundo!
  • As Cataratas tem um dia só delas! O #CataratasDay que acontecem no dia 11 de novembro – mesmo dia em que o fenômeno foi considerado uma das 7 maravilhas naturais do mundo, incentiva a conscientização da preservação de toda a fauna e flora presente no Parque Nacional!

Pronto para visitar as Cataratas do Iguaçu? Nossa parceria, a agência Combo Iguassu oferece transfers que te levam com toda comodidade e conforto até as Cataratas sejam as do lado brasileiro ou argentino! A agência também oferece transfers e ingressos para outros atrativos da Tríplice Fronteira, com as melhores condições de pagamento! Tudo em até 10x sem juros!

Pensando em visitar Foz do Iguaçu? Lembre-se do Pop Hotel! Nosso Hotel é moderno e prático e ainda com localização central e o melhor custo-benefício da região. Aproveite!

Aguarde